Fazendo Negócios no Japão: 4 Diferenças Culturais

0
Livro Japonês para Iniciantes

Estabelecer relações comerciais internacionais significativas significa que você deve ir além da compreensão da linguagem. Ao fazer negócios no Japão, você deve procurar identificar-se com os costumes e expectativas locais de seus clientes e funcionários para aumentar efetivamente seus relacionamentos.

Fazendo negócios no Japão

As empresas japonesas têm sido grandes parceiras para empresas brasileiras. E as empresas dos Brasil encontraram sucesso expandindo-se para os mercados japoneses. O Japão é o quarto maior comprador de produtos brasileiros, bem como uma força a ser considerada na indústria de tecnologia.

Fazendo Negócios no Japão: 4 Diferenças Culturais

Atualmente, a economia japonesa tem uma perspectiva forte para os trimestres futuros.

Há muitas diferenças culturais sutis, mas críticas, quando se trata de negócios nos Brasil e no Japão. Aqui estão quatro dessas diferenças:

1. Direcional x Entre as linhas

Os brasileiros tendem a ser muito diretos e não têm medo de falar o que pensam quando se comunicam. A cultura brasileira percebe um tom indireto como despreparado ou desorganizado. No entanto, no Japão, essa abordagem direta parecerá rude para a outra pessoa na conversa.

Ao fazer negócios no Japão, esteja ciente de que os empresários japoneses tendem a ser muito sutis quando expressam opinião, ou usam comunicação não verbal, confiando que a outra pessoa saberá o que eles significam.

2. Fatos x Emoções

Os brasileiros tendem a se comunicar através de fatos e opiniões. Embora isso também seja importante no Japão, os empresários japoneses discutirão conflitos indiretamente que não envolvam confronto ou disputa pública.

Em vez disso, os empresários japoneses tendem a se conformar ao grupo que busca criar harmonia. É raro alguém falar contra um consenso geral.

3. Velocidade x Consistência

As empresas brasileiras tendem a tomar decisões rápidas com base nas informações disponíveis no momento. Em contraste, a tomada de decisões no Japão é mais lenta e feita em etapas, onde há muitas reuniões e mais documentação. A crença dos empresários japoneses é que a tomada de decisões mais lenta irá minimizar erros e trazer consistência a todos os níveis da hierarquia da empresa.

Perfeccionismo e qualidade são razões para justificar decisões mais lentas no Japão; no entanto, às vezes, é causado pela falta de liderança da administração japonesa. Tomada de decisão hierárquica muitas vezes se torna uma parte significativa no processo. Essas questões de liderança e de tomada de decisão hierárquica são frequentemente vistas mais em empresas estabelecidas e grandes do que em empresas novas e pequenas.

4. Doação de presente

A doação de presentes é conhecida no passado como uma parte normal dos negócios, mas na sociedade de hoje, dar presentes precisa ser um ato cauteloso. Muitas empresas estabelecem regras de conformidade éticas ou de “conflito de interesses”.

Ao fazer negócios no Japão, o almoço e os presentes baratos estão se tornando um padrão. Você pode achar que os japoneses recusarão educadamente presentes, especialmente no início de um relacionamento, por medo de que o presente crie uma obrigação indesejada.

Curso Método Fan Art

Leave A Reply